Daniel 1


Idéias básicas observadas: decisão, obediência, intimidade, dons.

Versículo 1 e 2 : “Três anos depois do começo do reinado do rei Jeoaquim em Judá, Nabucodonosor, rei da Babilônia, atacou Jerusalém com o seu grande exército. O Senhor deu a Nabucodonosor uma grande vitória sobre o rei Jeoaquim, e, quando voltou para a Babilônia, ele levou alguns dos vasos sagrados que havia no templo de Deus e os colocou na casa do seu deus, na terra de Sinear.”

- O Senhor deu a Nabucodonosor uma grande vitória sobre o rei Jeoaquim / o Senhor entregou nas suas mãos a Jeoaquim, rei de Judá... mas porque Deus faria isso???
Leia: II Reis 24; II Crônicas 36:8
Nessas passagens fala que Jeoaquim, e mais tarde seu sucessor Joaquim fizeram coisas MÁS, RUINS, aos olhos de Deus, não agiram segundo a direção de Deus. Assim como seus antecessores.
II Crônicas 36:6 fala que o próprio rei Jeoaquim foi preso e levado para o cativeiro, e Daniel 1:2 nos mostra que também a casa do Senhor foi saqueada.
O que eu entendo aqui é o seguinte: quando levamos uma vida longe dos cuidados do Senhor, fazendo o que é ruim aos Seus olhos, ou mesmo um cristianismo ‘café-com-leite’, abrimos brecha para o inimigo (representado na história por Nabucodonosor) agir e nos levar cativos em nossos pecados. E com isso, não só a nossa vida física fica cativa, como também a espiritual, nosso relacionamento com o Pai (a Casa de Deus foi saqueada).

Versículos 3 e 4: “Lá, ele mandou Aspenaz, chefe dos empregados do palácio, escolher alguns rapazes entre os judeus que haviam sido presos em Jerusalém – rapazes de família real e das famílias ricas e importantes de Judá. Eles deveriam aprender a língua, os costumes e a ciência dos caldeus. ‘Escolha rapazes fortes, com boa saúde e de boa aparência’, disse o rei; ‘eles devem ter boa instrução, boa cultura geral e distinção suficientes para viverem no palácio real.’

- Nabucodonosor (inimigo, saqueador) não desejava qualquer jovem. Veja bem, JOVEM. Entendeu? Ele queria os jovens de ISRAEL (de Deus), que já tivessem instrução (conhecedores das verdades)...eram esses jovens que ele queria morando com ele no palácio, sob a sua vista.
I Pedro 2:9 fala que somos sacerdócio real e geração eleita... geração eleita para fazer a diferença no mundo espiritual à essa é a geração que satanás quer levar cativa!!! A NOSSA GERAÇÃO.

Versículo 5 : “O próprio rei escolheu a comida que deveria ser dada aos jovens. Tudo do bom e do melhor, da própria despensa do rei, vinhos e carnes. Eles deveriam se alimentar dessa comida por três anos. Quando terminasse o treinamento, passariam a ser auxiliares do rei.”

- Satanás sabe exatamente o que atrai o homem... ele também conhece a natureza de cada indivíduo (apesar de não conhecê-lo totalmente), e sabe onde cada um pode cair.
É exatamente isso que ele faz com os filhos de Deus que acabam se afastando: atrai-os com os ‘prazeres desse mundo’, a fim de roubar-lhes suas autoridades espirituais e tê-los ao seu lado.
E o que é pior... tudo isso acontece sem que percebamos...aos pouquinhos, como parte do dia-a-dia, de nossas tarefas, de coisas que simplesmente ‘acontecem’.

Versículo 8 : “Daniel decidiu que nunca iria comer a comida ou beber os vinhos que o rei havia dado aos rapazes, porque eram coisas proibidas para os judeus.”

- Daniel era diferente!!!! Ele DECIDIU que NUNCA iria comer ou beber do que o rei poderia lhe oferecer.
Daniel tomou uma DECISÃO, não ficou ‘em cima do muro’; decidiu por seguir as leis de Deus, e rejeitou o que o rei (=mundo) estava lhe dando, por mais atraente que fosse.

E olha que interessante. No versículo 9 fala assim: “Sem Daniel saber, Deus tinha colocado no coração do supervisor uma admiração e interesse especiais por ele”.
Ou seja, a partir do momento em que Daniel DECIDIU estar com Deus, não desobedecê-Lo, o Senhor começou a abrir as portas para Daniel, primeiramente ajudando-o a não se contaminar com os manjares do rei (versículos 10 a 16).
Aqui eu entendo que quando DECIDIMOS levar uma vida com Deus (= entrar nas águas), o Senhor nos capacita com graça, misericórdia e força (Salmos 144) para dizer NÃO ao que o mundo nos proporciona.
Nos versículos 13 a 15, eu percebo o quanto Deus foi fiel à decisão que Daniel tomou de não desobedecer, não deixando que ele e seus amigos aparentassem fraqueza ou emagrecimento. Pura graça!!

Versículo 17: “Deus deu aos quatro rapazes uma capacidade de aprender fora do comum, e logo eles conheciam muito bem toda a literatura e a ciência de sua época. Além disso, Deus deu a Daniel uma capacidade especial para compreender os significados dos sonhos e visões.”

- O Senhor honrou seus filhos, pela obediência e por andarem nos Seus caminhos (por não se contaminarem). E vejo também que Deus deu à Daniel algo que ele precisaria para que no futuro continuassem vivos (ver Daniel 2:12) e dando testemunho de que o único deus é Deus, e que eles serviam esse Deus vivo.
Ao decidirmos entrar no rio de Deus (e realmente entrar!), levar uma vida separada pro Senhor, Ele nos proporciona tudo o que necessitamos ou necessitaremos. Deus sabe o que acontecerá no futuro (Jeremias 29:11), por isso Ele começa a nos capacitar e nos armar muito tempo antes (como agora), para podermos levar adiante os planos que Ele nos reserva.
Deus tinha planos para Daniel...e tem planos pra nós também.

Versículo 19 : “O rei Nabucodonosor conversou longamente com cada um deles, mas nenhum dos rapazes o impressionou tanto quanto Daniel, Hananias, Misael e Azarias.(...)”

Lembrei-me lendo isso da passagem de Mateus 5:14 “não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte”
Entende a relação?
A luz de Deus brilhava naqueles quatro jovens de maneira diferente! Eles decidiram por ter intimidade com Deus e a luz deles brilhou, foi reconhecida, não puderam esconder. O rei ficou impressionado...(e as pessoas ficam impressionadas mesmo, né?! hehehehe) porém, muitas delas, assim como o rei, não saberão de onde vem tanta luz, mas elas irão preferir nos ouvir a ouvir os conselhos de pessoas instruídas na mentira. (ver versículo 20: “Em todos os assuntos que exigiam conhecimento e capacidade de julgar, o rei descobriu que os conselhos daqueles quatro rapazes eram melhores que os dos mágicos e astrólogos do seu reino.”)


Que Deus te abençoe!!
Milene A.S.F.

Comentários

Luciana disse…
Deus me abençoou com seu estudo! Vou pregar amanhã e irei usar algumas partes. Que Deus te aneçoe!

Postagens mais visitadas deste blog

Cancela o teu funeral, Jesus está aqui

Josué 14:6-11 - Como marcar o seu tempo?

Gênesis 13:14-15 - A Promessa (PARTE I)