Quem é você para murmurar contra as decisões de Deus?

TEXTO BASE: JONAS 4.

1 Por causa disso, Jonas ficou com raiva e muito aborrecido. 2 Então orou assim: - Ó SENHOR Deus, eu não disse, antes de deixar a minha terra, que era isso mesmo que ias fazer? Foi por isso que fiz tudo para fugir para a Espanha! Eu sabia que és Deus que tem compaixão e misericórdia. Sabia que és sempre paciente e bondoso e que estás sempre pronto a mudar de idéia e não castigar. 3 Agora, ó SENHOR, acaba com a minha vida porque para mim é melhor morrer do que viver. 4 O SENHOR respondeu: - Jonas, você acha que tem razão para ficar com tanta raiva assim? 5 Aí Jonas saiu de Nínive, foi para o lado onde o sol nasce e sentou-se. Depois, construiu um abrigo e sentou-se na sombra, esperando para ver o que ia acontecer com a cidade. 6 Então o SENHOR Deus fez crescer uma planta por cima de Jonas, para lhe dar um pouco de sombra, de modo que ele se sentisse mais confortável. E Jonas ficou muito satisfeito com a planta. 7 Mas no dia seguinte, quando o sol ia nascer, por ordem de Deus um bicho atacou a planta, e ela secou. 8 Depois que o sol nasceu, Deus mandou um vento quente vindo do leste. E Jonas quase desmaiou por causa do calor do sol, que queimava a sua cabeça. Então quis morrer e disse: - Para mim é melhor morrer do que viver! 9 Mas Deus perguntou: - Jonas, você acha que está certo ficar com raiva por causa dessa planta? Jonas respondeu: - É claro que tenho razão para estar com raiva e, com tanta raiva, que até quero morrer! 10 Então o SENHOR Deus disse: - Essa planta cresceu numa noite e na noite seguinte desapareceu. Você nada fez por ela, nem a fez crescer, mas mesmo assim tem pena dela! 11 Então eu, com muito mais razão, devo ter pena da grande cidade de Nínive, onde há mais de cento e vinte mil crianças inocentes e também muitos animais!

Em Jonas 3 relata-se que Jonas foi até a cidade de Nínive, falou o que Deus lhe havia ordenado, e o povo, arrependido diante de Deus, resolveu abandonar os maus caminhos. O último verso desse capítulo 3 nos mostra que Deus perdoou a cidade, e resolveu não destruí-la mais.

Agora olhe que interessante o capítulo 4... Jonas ficou revoltado porque Deus não fulminou com Nínive, (como fez com Sodoma e Gomorra)... Jonas ficou bravo por causa da misericórdia de Deus!!!!! Esse homem agiu como se soubesse dos pensamentos de Deus, como se o Senhor fosse previsível, e que ele já sabia o que Deus iria fazer... e essa foi a "desculpa" que ele arrumou para justificar diante de Deus ter-se desviado do caminho para Nínive (para justificar sua desobediência). Sabe... nessa passagem eu percebo o que acontece conosco às vezes... A Palavra nos diz que Jesus morreu por TODOS... mas somos tão egoístas, duros algumas vezes e não conseguimos aceitar que Ele perdoa o assaltante que matou o irmão, o estuprador que estuprou a filha, a prostituta que acabou com o casamento, o pai que batia nos filhos, etc. Revoltamo-nos dizendo para Deus "Ó Senhor, eles fazem coisas abomináveis, e o Senhor ao invés de destruí-los, perdoa-os?? Eu já sabia que isso ia acontecer, que o cara só faz coisa errada a vida toda, e depois o Senhor o perdoa quando ele se arrepende. Fulano não merece o seu perdão Deus!! Eu prefiro morrer a ver o Senhor perdoando fulano!!"

Não é assim que acontece?? Gente... QUEM SOMOS NÓS para questionarmos Deus?????????? Nós somos menores diante da grandiosidade e santidade do Senhor do que o menor verme ou ser microscópico existente!!! O Senhor é tão terrível, tão poderoso, grande, forte, que apenas um início de pensamento Dele sobre nós tem força suficiente para nos matar se assim Ele desejar. Deus tem autoridade e soberania para fazer o que ELE quiser, com quem ELE quiser. Quem é você, quem sou eu, que desejamos ESCOLHER quem merece ou não ser perdoado, quem merece ou não ir pro céu, quem está ou não arrependido? O Espírito Santo diz através do apóstolo Paulo que Ele (Jesus) veio para todos aqueles que O aceitassem, e se arrependessem de seus pecados, e O confessassem como Senhor e Salvador (Atos 10 e 11; Lucas 13; Atos 5:31).

Agora percebam só como, mais uma vez, Deus foi bom... no versículo 4 Deus fala a Jonas, e Jonas parece não responder (Jonas "faz bico" pra Deus, emburrado hehehe). Mas o Senhor não desistiu de tratar a vida rebelde de Jonas. Deus então resolve tratá-lo fazendo-o passar "na pele" o que acabara de acontecer com Nínive: O SENHOR faz crescer a planta, O SENHOR a destrói e O SENHOR manda o vento quente. Deus deu, e tirou... Quem nunca passou por isso? Recebe algo, e quando perde (por não dar o devido valor, ou por deixar "subir à cabeça"), sente-se frustrado, acabado, murmurando, com pena?

Jonas estava com pena de seu abrigo, da planta que morreu, porque agora ele estava no sol...ele se revoltou por ter perdido algo que nem trabalhou para conseguir... e Deus mostra para Jonas que Ele construíra Nínive, que Ele amava as pessoas que lá moravam, mesmo sendo pecadoras. Ora, se Jonas ficou com pena da planta, quanto mais Deus teria compaixão daquela cidade!!! Jonas não... ele queria ver mesmo o "pau torar", queria ver a cidade ser consumida pela ira de Deus! Mas com a plantinha, tadinha, ele tinha dó...

Nessa parte do capítulo 4 eu enchergo a sabedoria de Deus em tratar o coração de Jonas, e fico pensando se toda a história desse livro, desde o capítulo primeiro, não teria acontecido somente para que Deus tratasse essa área na vida de Jonas... o orgulho, a soberba, a desobediência, a murmuração.

Jonas foi uma vida usada por Deus, um instrumento em Suas mãos... mas Deus usa pessoas que se submetem à Sua vontade sem questioná-Lo... Deus precisava colocar no coração de Jonas amor pelas vidas, precisava colocar compaixão... Quando eu leio o verso 11 de Jonas 4 é como seu eu recebesse um "tapa" na minha cara... provavelmente com Jonas não foi diferente hehehe... Penso que Deus conseguiu trabalhar e curar o coração de Jonas, e trazer arrependimento ao seu coração por toda sua murmuração.

Finalizando, está aqui o que quero dizer com toda essa reflexão:

1) Não questionemos os planos de Deus, as ordens de Deus... não achemos que nós sabemos o que Deus irá fazer, porque Ele é um Deus muito criativo e imprevisível, que tem pensamentos MUITO mais altos que os nossos.

2) Se nós "batermos o pé" com Deus, estejamos certo de que (por amor) Ele vai tratar nossa revolta, doa o quanto doer.

3) Não importa quão "sujas" estejam nossas vidas... Deus é amor, e está SEMPRE pronto a nos perdoar quando nos arrependemos, e nos capacitar a viver em satidade.

Não é tarde para se arrepender... não é tarde para recomeçar ... não é tarde para mudar.

Pode passar o tempo que for, anos! E você talvez não esteja entendendo o que está acontecendo... mas esteja certo de que Deus está usando todos os acontecimentos de sua vida para te tratar, para moldar o seu coração. Apenas aceite humildemente e com amor o carinho de Deus por você, em querer fazer de você uma pessoa melhor. Deixe Deus agir, submeta-se à vontade Dele. A Bíblia garante que você não se arrependerá ( Efésios 1:6; Romanos 10:11).

Tenham uma semana abençoada!

Milene A.S.F

Comentários

ceiça disse…
Paz e Graça!!

irmã, muito lindo e edificante o seu bloguinho!
Quando poder visite o meu, tenho um blog evangélistico com a minhas experiências de vida, orações e esperança no senhor!

Deus te abençõe!

Em Cristo

Ceiça
atalaia disse…
o brigado irma Deus Te uso para fala comi e desta manera que Deus age na nosas vida...?seu imao en cristo gilson

Postagens mais visitadas deste blog

Cancela o teu funeral, Jesus está aqui

Josué 14:6-11 - Como marcar o seu tempo?

Gênesis 13:14-15 - A Promessa (PARTE I)